Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 21 Setembro 2020

Trabalhadores do SAMU protestam contra atraso no salário e demissões

Protesto nas escadarias da Alerj, organizado pelo SindEnfRJ, reuniu profissionais de enfermagem na manhã desta segunda-feira (21). O ato levou para as ruas a denúncia da flagrante violação dos direitos do trabalhadores do SAMU. A presidente do sindicato, Mônica Armada, e a diretora Líbia Bellusci representaram a entidade na manifestação. 

O compromisso de contratação desses profissionais foi rompido, o que provocou à dispensa de muitos deles. Mas eles estão na luta pela recontratação e pela anulação do edital de seleção da Fundação Estadual de Saúde, devido a forte suspeita de fraude. 

Para agravar o drama desses trabalhadores, várias unidades encontram-se com o pagamento dos salários atrasados, algumas desde julho. Tudo isso depois de colocarem suas vidas em risco durante a pandemia, sem direito a isolamento social, para cumprir o dever de cuidas das pessoas e protegê-las.

E, no momento em que a pandemia ainda está longe de terminar, esses profissionais de enfermagem recebem um verdadeiro presente de grego", na forma de atraso salarial e demissões. O Sindicato dos Enfermeiros não poupará esforços para que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados.