Diretoria​

Presidente

Monica Carris Armada

Secretária Geral

Elizabeth Guastini

1º Tesoureiro

Marcus Antônio Schiavo de Souza

2º Tesoureiro

Creusa Selma Rodrigues Fernandes

Secretária De Imprensa e Comunicação

Maria Cristina Venetilho de Souza

Secretário de Organização e Relações Sindicais

Líbia Dantas Bellusci

Secretária de Acordos Coletivos e Assuntos Jurídicos

Denise Rezende Sanches

Secretária de Formação e Pesquisa

Alessandra da Silva Aguiar

Secretário de Organização e Relações Sindicais

Líbia Dantas Bellusci

Suplente de Diretoria

Silvana Rezende Castro

Suplente de Diretoria

Andréa Midore Puchol Kono

Suplente de Diretoria

Lenildo José Thurler

Suplente de Diretoria

Deuza Zaiden

Titular do Conselho Fiscal

Vivian Peixoto Nogueira

Titular do Conselho Fiscal

Maria Vitória Matias Dias

Titular do Conselho Fiscal

Keila De Souza

Suplente do Conselho Fiscal​

Sérgio Murilo Conti

Suplente do Conselho Fiscal​

Narcílio Feijó Maia

REGISTRADO NA DRT-RJ SOB O Nº 11.344/72

RECONHECIDO COMO ENTIDADE SINDICAL EM 22 DE AGOSTO DE 1977.

Fundado em 11 de agosto de 1971 como Associação Profissional (processo Mtb 317.389/75).

FILIADO À CUT, FNE e ISP.

Expansão da Base – 25 de outubro de 1996.

MARCOS EVOLUTÓRIOS

1926 – Primeira entidade representativa da categoria Associação Nacional das Enfermeiras Diplomadas Brasileiras. Defender os interesses / Fiscalizar a profissão.

1932 – Sindicato Nacional dos Enfermeiros da Marinha Mercante – Sindicato dos Enfermeiros terrestres – Carta sindical de 26/01/33.

1940 – Decreto Lei 2381 – Registro, Enquadramento / Dispondo sobre a constituição entidades de grau superior.

1943 – Sindicato Enf. Terrestres solicitou a exclusão dos enfermeiros do grupo de profissionais liberais visando ampliar o seu quadro de associados.

1948 – General Dutra – Intervenção no Sindicato dos Enfermeiros Terrestres ( Sindicato dos Enfermeiros e Empregados em Hospitais e Casas de Saúde).

1950 – Comissão Sindical criada pela ABED para estudar e registrar um Sindicato – Período que a Associação substitui a palavra Enfermeiro por Enfermagem.

1962 – A Portaria 94, restabeleceu a classificação do Enf.° que passou a ser a 21ª Profissão liberal do quadro fundado em 22 de agosto de 1977.

1974 – Portaria Ministerial 3311/74 (Alterou o nome do Sindicatão).

1976 – Registro Sindical do 1° Sindicato dos Enfermeiros.

DATAS DE CRIAÇÃO

1976 – Sindicato dos Enfermeiros no Rio Grande do Sul

1977 – Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro

1980 – Sindicato dos Enfermeiros do estado da Bahia

1981 – Sindicato dos Enfermeiros do Distrito Federal

1983 – Sindicato dos Enfermeiros de MG, SP, PR, Al, GO

1986 – Sindicato dos Enfermeiros do Estado Pernambuco

1987 – Sindicato dos Enfermeiros RN, Niterói/RJ

1989 – Sindicato os Enfermeiros do Pará

1991 – Sindicato dos Enfermeiros do Espírito Santo

1996 – Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe

Diretoria

Monica Carris Armada – Presidente

Elizabeth Guastini – Secretária Geral

Marcus Antônio Schiavo de Souza – 1º Tesoureiro

Creusa Selma Rodrigues Fernandes – 2ª Tesoureira

Maria Cristina Venetilho de Souza – Secretária De Imprensa e Comunicação

Líbia Dantas Bellusci – Secretário de Organização e Relações Sindicais

Denise Rezende Sanches – Secretária de Acordos Coletivos e Assuntos Jurídicos

Alessandra da Silva Aguiar – Secretária De |Formação e Pesquisa

Silvana Rezende Castro – Suplente de Diretoria

Andréa Midore Puchol Kono – Suplente de Diretoria

Lenildo José Thurler – Suplente de Diretoria

Deuza Zaiden – Suplente de Diretoria

Vivian Peixoto Nogueira – Titular do Conselho Fiscal

Maria Vitória Matias Dias – Titular do Conselho Fiscal

Keila De Souza – Titular do Conselho Fiscal

Sérgio Murilo Conti – Suplente do Conselho Fiscal

Narcílio Feijó Maia – Suplente do Conselho Fiscal

 

REGISTRADO NA DRT-RJ SOB O Nº 11.344/72
RECONHECIDO COMO ENTIDADE SINDICAL EM 22 DE AGOSTO DE 1977.
Fundado em 11 de agosto de 1971 como Associação Profissional (processo Mtb 317.389/75).
FILIADO À CUT, FNE e ISP.
Expansão da Base – 25 de outubro de 1996.

MARCOS EVOLUTÓRIOS:
1926 – Primeira entidade representativa da categoria Associação Nacional das Enfermeiras Diplomadas Brasileiras. Defender os interesses / Fiscalizar a profissão.
1932 – Sindicato Nacional dos Enfermeiros da Marinha Mercante – Sindicato dos Enfermeiros terrestres – Carta sindical de 26/01/33.
1940 – Decreto Lei 2381 – Registro, Enquadramento / Dispondo sobre a constituição entidades de grau superior.
1943 – Sindicato Enf. Terrestres solicitou a exclusão dos enfermeiros do grupo de profissionais liberais visando ampliar o seu quadro de associados.
1948 – General Dutra – Intervenção no Sindicato dos Enfermeiros Terrestres ( Sindicato dos Enfermeiros e Empregados em Hospitais e Casas de Saúde).
1950 – Comissão Sindical criada pela ABED para estudar e registrar um Sindicato – Período que a Associação substitui a palavra Enfermeiro por Enfermagem.
1962 – A Portaria 94, restabeleceu a classificação do Enf.° que passou a ser a 21ª Profissão liberal do quadro fundado em 22 de agosto de 1977.
1974 – Portaria Ministerial 3311/74 (Alterou o nome do Sindicatão).
1976 – Registro Sindical do 1° Sindicato dos Enfermeiros.

DATAS DE CRIAÇÃO
1976 – Sindicato dos Enfermeiros no Rio Grande do Sul
1977 – Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro
1980 – Sindicato dos Enfermeiros do estado da Bahia
1981 – Sindicato dos Enfermeiros do Distrito Federal
1983 – Sindicato dos Enfermeiros de MG, SP, PR, Al, GO
1986 – Sindicato dos Enfermeiros do Estado Pernambuco
1987 – Sindicato dos Enfermeiros RN, Niterói/RJ
1989 – Sindicato os Enfermeiros do Pará
1991 – Sindicato dos Enfermeiros do Espírito Santo
1996 – Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe