Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 23 Junho 2020

Atraso de salário no estado: sindicato entra com pedido de mediação pré-processual no TRT

O SindEnfRJ ingressou  no TRT com pedido de mediação e conciliação pré-processual com o objetivo de resolver o grave problema dos atrasos salariais, devido ao encerramento de contratos com as OS, que atinge cerca de 3 mil profissionais da área de saúde desde abril passado. O documento foi assinado por vários outros sindicatos de trabalhadores da saúde.  

Para se ter um ideia da gravidade da situação, muitos trabalhadores, além de não conseguirem sustentar suas famílias, não têm dinheiro sequer para chegar aos locais de trabalho. Há notícias inclusive de que não são poucos os que estão passando fome. 

No pedido encaminhado ao tribunal são apontadas as OS que não vêm cumprindo com a obrigação básica de qualquer empregador, que é o pagamento dos salários. São elas: Associação Mahatma Gandhi, Associação Filantrópica Nova Esperança, Instituto Diva Alves do Brasil (IDAB), OZZ Saúde-Eureli, Iabas, Instituto Gnosis e Instituto dos Lagos-Rio, além da Fundação de Saúde do Estado do Rio de Janeiro e próprio Estado do Rio de Janeiro. 

O sindicato faz questão de expressar seu repúdio às declarações do ex-secretário estadual de Saúde, Fernando Ferry, que deixou o governo depois de apenas 36 dias no cargo, segundo as quais a entidade, ao defender o direito de 3 mil trabalhadores ao recebimento do salário, estava fazendo política. Lutar por sua categoria é a razão de ser das representações dos trabalhadores. E o SindEnfRJ honra esse compromisso.