Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 21 Julho 2020

Covid-19 : média de mortes no Brasil é de 1047 por dia

Por CUT Nacional 

O Brasil iniciou a semana ultrapassando mais uma marca trágica de óbitos pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Nesta segunda-feira (20), foram registrados mais 632 óbitos, totalizando 80.120 vidas perdidas desde o início da pandemia, me março. Em relação aos casos confirmados, o país registrou 20.257 novas infecções da doença, somando 2.118.646 pessoas contaminadas. A média móvel de mortes dos últimos sete dias é 1.047 por dia.

Os dados são do Ministério da Saúde e, como de costume, tendem a ser mais baixo porque os laboratórios funcionam em esquema de plantão nos fins de semana e fazem menos exames.

Mesmo com algumas regiões do país apresentando estabilidade em números de casos e mortes, o Sul, com alta de 58%, e o Centro-Oeste, com alta de 22%, são as regiões com maior crescimento de mortes por Covid-19 em uma semana. Já o Sudeste tem alta de 2%, Norte teve queda de 10% e Nordeste apresentam estabilidade com queda de 11%.

Em relação ao número de mortes em 24 horas, o Nordeste foi a região com mais vítimas, com 320 registros de domingo (19) para segunda (20).  Na sequência vem o Sudeste, com 159 óbitos, e o Centro-Oeste, com 110. O Sul reportou 72 vítimas, enquanto o Norte registrou 57.

São Paulo

Nesta segunda-feira (20), o interior de São Paulo ultrapassou a região da Grande São Paulo em número absoluto de mortes em decorrência da doença: 5.612 paulistas que morreram no interior e 5.318 na Grande São Paulo. Os dados também mostram que o interior alcançou a capital do Estado no número de casos.

O estado de São Paulo registrou uma alta de 14% no número de mortos por Covid-19 na última semana e interrompeu uma sequência de três semanas em que vinha em queda no número de óbitos. Na semana encerrada no último sábado, o estado registrou 1.945 novas mortes por covid-19, contra as 1.706 computadas na semana anterior, de acordo com os dados da Secretaria de Saúde de São Paulo.

Santa Catarina

Já o estado de Santa Catarina registrou a maior taxa de leitos de UTI ocupados desde o início da pandemia. No boletim divulgado ontem, dos 1.376 leitos do SUS espalhados pela região, 1.042 (75,7%) estão recebendo pacientes - destes, 418 têm diagnóstico com a doença.

Vale do Itajaí aparece logo em seguida, com 81,9%. A Grande Florianópolis, por sua vez, tem taxa de ocupação de 76,3%. Santa Catarina contabiliza 54,4 mil testes positivos da Covid-19 em todo o estado, com 694 óbitos.

Minas Gerais

Minas Gerais registrou 67 mortes e 1.434 novos casos nas últimas 24 horas. A somatória de óbitos no estado em decorrência da doença já chega a 2.071 e o número de casos é de 95.566.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, 347 municípios já registraram óbitos pela doença e a taxa de letalidade está mantida em 2,1%.

Belo Horizonte aparece como cidade com mais casos confirmados no estado de Minas Gerais, ao todo são 13.624, e 377 mortes. Já Uberlândia, na região do Triângulo Mineiro, é o segundo município com mais casos, são 10.415 e 169 óbitos.

Estados

O estado de São Paulo lidera o ranking de brasileiros mortos pela Covid-19, são 19.788 óbitos pelo novo coronavírus. O Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos, com 12.161 vítimas da doença. Os dois são os únicos estados que têm mais de 10 mil mortes. 

Ceará vem em terceiro com 7.185 mortes, na sequencia vem Pernambuco (6.036), Pará (5.538), Amazonas (3.146), Bahia (2.891), Maranhão (2.640), Espírito Santo (2.256), Minas Gerais (2.004), Rio Grande do Norte (1.585), Paraíba (1.517), Alagoas (1.413), Mato Grosso (1.384), Paraná (1.357), Rio Grande do Sul (1.285), Sergipe (1.156), Piauí (1.118), Distrito Federal (1.112), Goiás (1.106). 

Cinco estados têm menos de 500 óbitos, são eles: Amapá (515), Acre (465), Roraima (431) e Tocantins (299) e Mato Grosso do Sul (228).