Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 01 Maio 2020

CUT-Rio celebra Dia do Trabalhador com evento online

Por CUT-Rio

Este 1º de maio não será igual aqueles que passaram. Mas vai ser sim uma data para lembrar a força e a importância dos trabalhadores e trabalhadoras, mesmo que virtualmente. A CUT Rio preparou uma live de peso para comemorar a data e homenagear os trabalhadores e trabalhadoras, especialmente os dos serviços essenciais, que estão garantindo a sobrevivência da população nesse momento de pandemia.

Música, poesia e avaliação da situação dos trabalhadores feita por lideranças sindicais, políticas e de movimentos sociais vão ocupar a manhã com transmissão, a partir das 10h, pelo Facebook e pelo Youtube da CUT Rio. A programação cultural contará com a participação de Dudu Nobre, em uma apresentação musical de 40 minutos, e terá também a presença de Paulão 7 Cordas, Da Ghama, Guta Stresser, Tuca Moraes, Inez Viana, Angela Rebello, Jitman Vibranovski, Tony Edson, Cyda Morena, Marcus Lucenna, Renata Di Carmo e Poli Humor.

A moderação da live será feita pelo presidente da CUT Rio, Sandro Cezar, e estarão abordando a conjuntura atual os deputados federais Benedita da Silva, Marcelo Freixo e Jandira Feghali. O ex-deputado Lindbergh Farias, o vereador Reimont, a deputada estadual Zeidan e os suplentes de deputados Gilberto Palmares, Élika Takimoto e o presidente do PT/RJ, João Maurício, também entrarão ao vivo.

O evento terá participação de sindicatos cutistas, das categorias consideradas essenciais, como o SintSaúde, Portuários Rio, Sinttel-Rio, Bancários Rio, o Sindipetro NF, Sinmed, Sintergia, SindEnfRJ e Sitramico.

Sandro Cezar ressalta a importância de manter a mobilização dos trabalhadores diante da pandemia: “Temos um enorme desafio diante da ameaça à saúde e a vida dos trabalhadores e trabalhadoras. Os empregos, a renda e os direitos também estão comprometidos com a crise econômica. O coronavírus está mudando relações também no mundo do trabalho e o governo Bolsonaro tem editado medidas que aprofundam o ataque aos trabalhadores. Temos que nos unir para encontrar juntos formas de enfrentar essa conjuntura. Defender as diferentes categorias e resistir, mas manter a disposição também com alegria, por isso um encontro virtual com reflexão e cultura”, afirma.