Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

 
  • 07 Dezembro 2019

Exigimos uma solução urgente para os salários atrasados!

É hora da saúde dar uma resposta à altura da decisão perversa do TST de cassar o arresto de R$ 325 milhões das contas da prefeitura para pagar os salários atrasados e 13º dos trabalhadores das OS, conforme determinara o desembargador Cesar Marques, do TRT. 

O ministro do TST, João Batista Brito Pereira, acatou pedido de suspender o arresto feito pela Advocacia-Geral da União (AGU), que considerou que ele fere o princípio da separação dos poderes e impede o Executivo de destinar recursos de acordo com suas conveniências. Alegou ainda que nas contas arrestadas tem dinheiro público federal. 

Ou seja, em nenhum momento pesou a penúria vivida pelos trabalhadores e seus familiares, que já não têm dinheiro nem para despesas básicas e essenciais, como alimentação e transporte. Situação agravada pela aproximação do Natal.  

Todos à assembleia !

Em tempo : devido à gravidade da situação, os trabalhadores da Atenção Básica, nesta segunda-feira, 09/12, trabalharão apenas com equipe mínima, como nos sábados, enquanto na urgência e emergência o efetivo de pessoal trabalhando será de 50%.