Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

 
  • 31 Outubro 2018

Diretoras do sindicato visitam Clínica da Família para averiguar ameaças de Paulo Messina

As diretoras do SindEnfRJ, Beth Guastini e Líbia Bellusci, estiveram nesta quarta-feira, 31/10, na clinica da família Ana Maria dos Santos Correia, em Vila Kosmos, para apurar se o chefe da Casa Civil da prefeitura do Rio, Paulo Messina, cumpriria a ameaça que fez na edição do RJ-TV, da Rede Globo, de demitir profissionais de saúde em greve, num caso típico de assédio moral. 

Mas o que as dirigentes sindicais lá encontraram foi a greve seguindo seu curso normal, com os enfermeiros mantendo em atividade o quantitativo exigido por lei, e decidido em assembleia, de 30%. No entanto, muitos se mostravam apreensivos com as possíveis demissões. É importante lembrar que os enfermeiros dessa unidade só receberam até agora 32% do salário de setembro. O movimento grevista, portanto, está coberto de legitimidade. Ainda nesta quarta-feira as diretoras do sindicato denunciaram esse assédio durante audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) com a desembargadora Rosana Salim Vilela Travesedo.

Nesta quinta-feira (01/11) as diretoras voltaram à clínica e constataram que o panorama era o mesmo da véspera.