Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

 
  • 23 Outubro 2018

Enfermeiros das OS da prefeitura do Rio entram em greve

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 23/10, os enfermeiros ligados às Organizações Sociais (OS) que administram unidades de saúde da prefeitura do Rio decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir do próximo sábado (27/10). A assembleia, que contou com um grande número de profissionais, foi realizada no auditório da APCEF (Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal), no Centro do Rio. 

Como determina a lei, 30% do efetivo seguirão trabalhando normalmente. A greve foi deflagrada devido aos atrasos sistemáticos de salário (veja quadro abaixo) e a ameaça de desemprego em larga escala, uma vez que o Executivo municipal admite que os cortes no orçamento atingirão em cheio o setor de saúde. Já se tem conhecimento inclusive de enfermeiros demitidos.  Há uma audiência pública sobre o assunto marcada para o dia 30/10, às 9h, na Câmara dos Vereadores, na qual os grevistas devem comparecer em massa. 

Também no dia 30, às 14h, outra vez na sede da APCEF, acontece uma nova assembleia dos enfermeiros em greve, para avaliar o movimento e decidir os próximos passos.

 
Atualização da Situação Salarial por AP
 
1.0 recebeu no dia 17/10
2.1 pagamento do salário de quem recebe até 4000,00
2.2 recebeu
3.1 pagamento do salário de quem recebe até 4000,00
3.2 sem salário
3.3 recebeu 32 % do salário
5.1 recebeu 62% do salário
4.0 recebeu
5.2 receberam 5% do salário
5.3 -  10%
 
Saúde Mental
 
- IMAS Juliano Moreira e Nise da Silveira receberam dia 17/10 (Cieds)
- Caps Osvaldo Cruz:  sem salário
- Caps Franco Basaglia; Maria do Socorro e Caps Neusa Santos: pagamento do salário de quem recebe até 4000,00
- Caps Fernando Diniz funcionários da limpeza estão com salário atrasado;
* Outras Unidades da Rede: 
- Central de Regulação do Município: sem salário (SPDM)
- Residência Uerj (Res Família) receberam no dia 17/10
- Resid Médico de Família Munícipio: receberam 17/10