Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

 
  • 03 Maio 2018

Servidores da saúde do estado convocam ato pela derrubada do veto de Pezão ao PCCS

Ao verdadeiro desastre que é seu governo, Pezão resolveu acrescentar mais uma ação lesiva aos interesses dos servidores da saúde : vetou toda a parte remuneratória do PCCS que ele próprio enviara à Alerj. Para pressionar os deputados estaduais pela derrubada do veto, os servidores marcaram um ato para a próxima quarta-feira, 9 de maio, às 14h, na Alerj.

O veto provocou a reação imediata dos representantes das categorias reunidas na Mesa de Negociação. Ainda nesta quarta-feira, 2/5, eles se reuniram com o presidente em exercício da Alerj, deputado André Ceciliano, que se mostrou disposto a trabalhar pela derrubada do veto. O SindEnfRJ foi representado pelo diretor Marco Schiavo.

Embora o veto tenha sido publicado nas edições do Diário Oficial dos dias 2 e 3 de maio, ainda não foi enviada mensagem ao poder Legislativo sobre o veto. Só depois que isso acontecer, a Alerj pode iniciar os procedimentos visando a derrubada do veto. 

Também no próximo dia 9, as lideranças dos servidores se reunirão mais uma vez com André Ceciliano, e demais parlamentares que compõem o colégio de líderes, com o objetivo de traçar planos pela derrubada do veto. Os integrantes da Mesa vão cobrar o cumprimento do acordo pela aprovação do projeto do PCCS, do qual participaram inclusive deputados ligados à base do governo.

Em outra frente de luta, os servidores fazem gestões junto ao secretário de saúde do estado, Sérgio Gama, para que ele marque uma audiência com o governador Pezão, de quem a Mesa de Negociação pretende pedir esclarecimentos sobre o veto.