Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 09 Outubro 2017

Profissional de enfermagem é mais uma vítima do abandono da população do Rio

A técnica de enfermagem Angela Cunha é mais uma vítima fatal da falência completa das políticas de segurança pública do governo do estado do Rio de Janeiro. Durante tentativa de assalto no último sábado, por volta das 20h, na Via Dutra, ela foi assassinada depois de ter cumprido um plantão de 12 horas, no Hospital Getúlio Vargas, na Penha, Zona da Leopoldina do Rio.

Angela trafegava de moto rumo à sua residência junto com seu marido quando foi abordada pelos bandidos. O clima de insegurança e de abandono atingiu níveis intoleráveis no estado devido à incompetência e à corrupção sistêmica do governo. O resultado é o colapso na prestação dos serviços públicos. Vale lembrar que segurança pública é um direito dos cidadãos e das cidadãs previsto na Constituição. A direção do SindEnfRJ se solidariza com os familiares e amigos de Angela e cobra das autoridades a identificação e a punição dos criminosos.