Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

  • 07 Novembro 2016

Pacote de Pezão esfola os servidores e a população

Aumentar os impostos, o desconto previdenciário dos servidores e cortar programas sociais : essa é a receita do governo que faliu o Rio de Janeiro para enfrentar a crise

Escrito por: Imprensa-CUT-RJ • Publicado em: 04/11/2016 - 13:50 • Última modificação: 05/11/2016 - 08:01

 

Depois de ter decretado a calamidade no estado, para receber recursos do golpista Temer, o governo do Estado do Rio de Janeiro, agora já com o titular Pezão de volta, envia ao Legislativo um pacote de maldades que se supera em termos ataque aos direitos do povo.

Embora seja público e notório que os fatores resposáveis pela erosão das finanças do Rio são a corrupção e incompetência, o governo insiste em botar a culpa na recessão e na baixa do preço internacional do petróleo. Ao mesmo tempo tenta esconder da população as isenções fiscais bilionárias de empresas.

Se é verdade que existe uma crise, cabe a pergunta : o que fez esse governo com a montanha de dinheiro que entrou nos seus cofres durante o período das vacas gordas, com petróleo em alta, vultosos investimentos federais no Rio e economia aquecida ?

Ao invés de enfrentar esse debate, Pezão propõe aumentar o desconto previdenciário dos servidores para 30%, cortar programas sociais que beneficiam os mais pobres, como Restaurante Popular, Aluguel Social e Renda Melhor Jovem, e subir as alíquotas de ICMS, elevando os preços de energia e dos combustíveis.

Mas vai ter a resposta das ruas.A mobilização da sociedade haverá de barrar esse pacote,que premia incompetentes e corruptos e tira o sangue da população.