Webmail    |    Fale Conosco

Quem Somos    |    Filie-se

 
  • 30 Janeiro 2012

Ato defende o SUS, a jornada de 30 horas e o direito dos servidores da saúde ao duplo vínculo

O Sindicato dos Enfermeiros do Rio de Janeiro (SindEnfRJ) convoca os enfermeiros e a população a participar do ato em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e do atendimento de qualidade a seus pacientes, da jornada de 30 horas para os profissionais de enfermagem e de repúdio às perseguições aos servidores de hospitais federais com duas matrículas. As medidas tomadas contra esses profissionais são arbitrárias, pois ferem o direito, garantido pela Constituição, ao duplo vínculo.
Será uma manifestação em defesa da população, já que é ela quem usa o SUS e será a mais prejudicada se forem mantidas as medidas que, ao proibir o duplo vínculo - até com demissão -, limitam o trabalho nos hospitais e levam à precarização do atendimento. A situação é grave porque a proibição afeta diretamente a qualidade dos serviços, já que não há enfermeiros suficientes para cobrir os plantões. E nem como substituí-los por profissionais com a mesma experiência e qualificação.
As conseqüências serão o fechamento de leitos, inclusive de CTI, e a perda de qualidade dos serviços oferecidos, pois quem usa os hospitais públicos, a maioria da população, sabe que o trabalho dos enfermeiros é fundamental para o bom atendimento. E que só assegurando condições dignas de trabalho a todos os profissionais de enfermagem vamos garantir a qualidade de serviços que a população exige e merece. A forma para isso já foi apontada: a aprovação imediata da jornada semanal de 30 horas para todos os profissionais da enfermagem.
É hora de, profissionais de saúde e moradores do Rio de Janeiro, unirmos forças para denunciar as arbitrariedades, o desrespeito aos direitos dos servidores ao duplo vínculo, e, principalmente, defendermos o direito da população a atendimento de saúde de qualidade, por profissionais qualificados. Essa é uma luta de todos, já que o SUS pertence a todos, e o acesso a serviços de saúde de qualidade é um direito da sociedade.